Moradia Assistida Vida Longa de Caraguatatuba recebe visita da Secretaria de Assistência Social de Guaratinguetá

Moradia Assistida Vida Longa de Caraguatatuba recebe visita da Secretaria de Assistência Social de Guaratinguetá

O secretário da pasta de Assistência Social de Guaratinguetá, Marcos Evangelista, conheceu as instalações Moradia Assistida Vida Longa, em Caraguatatuba, nesta quarta-feira (22), junto à sua equipe.

O objetivo da visita foi conhecer melhor a estrutura do local, que atende a pessoas idosas a partir dos 60 anos, independentes para realização das atividades de vida diária, disponibilizando moradia e áreas de convivências; criando condições de desenvolvimento da autoestima, autonomia, envelhecimento ativo, integração e participação na sociedade.

A assistente social Márcia Coelho conversa com o secretário de Guaratinguetá, Marcos Evangelista, e são acompanhados por outras pessoas dentro de uma cozinha. A luz reflete a claridade do dia e a janela é amarela (Foto: Luis Gava/PMC)

Segundo Evangelista, a cidade de Caraguatatuba foi escolhida por ser  referência para uma obra semelhante que Guaratinguetá realiza no momento. “Estamos construindo uma moradia assistida, com previsão de término até agosto e inauguração em dezembro, com os mesmos objetivos e foi fundamental virmos até aqui para conhecer este trabalho incrível e muito diferenciado”, avalia.

A assistente social Márcia Coelho, responsável pelo trabalho realizado, conta que a visita da equipe de Guaratinguetá foi de extrema importância para troca de experiências. “Tivemos a chance de contar o que vivemos na prática e aproveitamos para compartilhar sobre diversas outras temáticas e desafios de nossas secretarias”, relata.

O grupo também passou pelo prédio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso (Sepedi), que fica ao lado do Conjunto Habitacional Vila Dignidade, no Jardim Jaqueira.

Todas as instalações do local foram apreciadas pela equipe de Guaratinguetá que saiu encantada com todo o trabalho desenvolvido.

Na Sepedi, os visitantes foram recebidos pelo secretário da pasta Amauri Toledo. Junto ao secretário de Guaratinguetá, Marcos Evangelista, estiveram presentes as assistentes sociais Fátima Ayres, Daniela Lima, Helena Maria, Izilda Ambrósio e a diretora administrativa Marielen Paiva.

Para ter direito a moradia no local, é necessário atender aos critérios do Programa Vida Longa. As solicitações pelas vagas podem ser feitas no Cras. Ao todo, o local conta com 20 casas construídas.