Radares para fiscalização do controle de velocidade em Pinda ainda não entraram em operação

Equipamentos estão sendo instalados e passarão por testes; Prefeitura fará ampla campanha de divulgação quando a fiscalização iniciar

Os novos radares para a fiscalização eletrônica de velocidade nas vias municipais de Pindamonhangaba ainda não estão em operação. Diante dos questionamentos nas redes sociais, a Prefeitura esclarece que os equipamentos estão em fase de implantação e a fiscalização eletrônica somente será iniciada após intensa campanha de comunicação.

Segundo o Departamento de Trânsito, ainda serão instaladas e regulamentadas as placas indicativas de velocidade das vias públicas para, em seguida, os equipamentos passarem por testes conforme as normas do Inmetro, o que deverá durar de 7 a 15 dias.

“Finalizado o período de testes é que iremos iniciar a campanha de comunicação para posteriormente começar o processo de fiscalização eletrônica. Entretanto, ressaltamos que essas vias já contam com limite de velocidade e é muito importante que os motoristas respeitem os limites para que tenhamos um trânsito mais humanizado”, afirmou o secretário de Segurança, Fabrício Pereira.

Em março, a Prefeitura anunciou as novas ações de modernização da fiscalização eletrônica no trânsito do município. Dentre as grandes cidades do Vale do Paraíba, Pindamonhangaba é a única que não tem radar de controle de velocidade.

O objetivo é reduzir ainda mais os números de acidentes de trânsito, preservar vidas em seu sistema de tráfego e reduzir o impacto nos serviços de saúde, que têm seus leitos e profissionais ocupados no atendimento de acidentados e politraumatizados.

“Infelizmente perdemos algumas vidas pela imprudência humana e precisamos dar uma resposta para não termos outras vidas ceifadas. Os motoristas que respeitam as leis de trânsito e são prudentes não precisam se preocupar, a penalidade será para quem não respeita a lei e coloca a vida humana em risco”, concluiu o secretário Fabrício.

Pontos com novos radares

Segundo o Departamento de Trânsito, serão oito pontos que irão receber o radar de fiscalização eletrônica, entre eles alguns trechos do Anel Viário, rua Fontes Júnior (Alto Cardoso), Rua Suíça (Carangola), dentre outros que ainda estão em levantamento.

Um dos pontos críticos apontado em levantamento da Prefeitura é o Anel Viário, no trecho próximo a portaria do Parque da Cidade, onde num período inferior a um ano tivemos dois acidentes envolvendo motocicleta e veículo, fazendo em cada ocorrência uma vítima fatal na faixa etária de 20 anos.

Por Ascom PMP