Morador de Campos do Jordão atira na ex-mulher em Itajubá; suspeito do crime comemora nas redes

Uma mulher, de 36 anos, foi baleada na cabeça pelo ex-namorado em Itajubá, no Sul de Minas Gerais.

A tentativa de feminicídio ocorreu na madrugada do último sábado (30), na casa da vítima. Segundo a Polícia, o autor do disparo seria morador de Campos do Jordão.

A mulher estava acompanhada pela filha, menor de idade, quando o suspeito arrombou a porta da casa, disparou contra o rosto da vítima e fugiu.

“Ao que tudo indica eles estavam junto há cerca de dois anos e ela terminou com ele já tendo em vista o comportamento agressivo do suspeito. Ele invadiu a casa dela de madrugada, pulou o muro, vizinhos ouviram uma discussão e um disparo. Fomos acionados por eles”, afirmou o sargento Soares ao portal UOL.

Logo após o crime, o suspeito, “comemorou” nas redes sociais Na publicação, acreditando que a mulher estava morta, ele desejou que ela descansasse em paz e afirmou: “Não vai trair mais ninguém”. Na manhã desta segunda-feira (1º), as publicações haviam sido apagadas.

A mulher relatava que ela e familiares eram ameaçados e perseguidos pelo homem. O suspeito, que mora em Campos do Jordão, recentemente tinha importunado a família da vítima jogando pedras na residência. O homem ainda não foi localizado pela polícia. Ele segue sendo procurado.

A mulher possuía uma ordem de restrição contra o ex-companheiro devido a agressões passadas. O relacionamento entre os dois terminou há cerca de um ano. Apesar disso, o homem publicava, com frequências, declarações de amor para ela nas redes sociais.

A Polícia Militar recebeu informações de que o autor estava hospedado em um hotel da cidade. No local, militares encontraram uma carta de despedida acompanhada por fotos da vítima, além de um coldre de revólver calibre 32.

O crime

Vizinhos acionaram a Polícia Militar (PM) após ouvirem gritos pedindo por socorro e disparos de arma de fogo. Quando chegaram ao local, os militares encontraram a mulher acompanhada da filha.

O ex-companheiro teria arrombado a porta da casa, atirado contra a cabeça da vítima e fugido em seguida.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros prestaram primeiros socorros à mulher, levada em seguida ao Hospital das Clínicas do município, onde foi internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI).

Monica Fernandes Silveira deixou a UTI do Hospital das Clínicas de Itajubá (MG) e permanece internada em leito de enfermaria.

Foto: Reprodução